Retinóides: o que são?

Retinóides: o que são?
FISIOTERAPIA
A vitamina A foi descoberta em 1913 e em 1930 foi possível identificar o grupo retinol, que é sua estrutura básica. O termo retinóide foi criado em 1976 e destina o grupo de substâncias naturais ou sintéticas da vitamina A.

O retinol é um álcool que pode sofrer algumas alterações, originando outros compostos como palmitato de retinol ou a tretinoína. Apesar das modificações a estrutura básica da vitamina A não se altera.

A ação dos retinóides em geral é por sua ligação a receptores dentro das células epiteliais. Ao se ligarem a estes receptores, os retinóides estimulam a produção de Fatores de Crescimento Epidérmico (EGF) além da redução da produção de sebo pelas glândulas sebáceas, mecanismo este ainda não muito bem esclarecido.

Agem inibindo as metaloproteinases que danificam a estrutura do colágeno, além de estimularem a produção de elastina e reduzir a ação das colagenases.

A melhora das alterações cutâneas (sinais de envelhecimento) são dose, potência e tempo dependentes, ou seja, depende da concentração do retinóide e do tempo de uso.

A sensibilidade à luz solar é comum nas peles tratadas com retinóides e seu uso só pode ser indicado com prescrição médica.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Seja um colunista
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER